17 de jun de 2013


O amor

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;

Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;

Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido. agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

 

9 de mai de 2013

Olá amigos! Saudades há tempos não compartilhamos!
Este é o dia que fez o Senhor alegremo-nos e regozijemo-nos  nele.
A família é um local onde geramos muitas coisas.:
Geramos relacionamentos, filhos, personalidades, caráter, amor, princípios, opiniões, laços, afetividade, sonhos, realizações, coragem, bons hábitos, respeito, amigos e poderíamos passar este resto de noite enumerando as coisas positivas que podemos gerar no ambiente familiar.
Embora o ambiente familiar seja celeiro de todas as coisas já citadas o que temos visto é exatamente paradoxal a estas coisas.
A família  atual tem gerado: Frustrados, desanimados, infelizes, incapazes, desrespeitosos, injustos, egoístas, desinteressados, desesperançados, incomunicáveis, impenetraveis, amargurados, cansados oprimidos, desgostosos, desvalorizados  e tantas outras palavras feias que nos ficaríamos por muito tempo a descrever. Grande  parte das pessoas que conhecemos ou ouvimos falar nos noticiários nossos de cada dia.   se encaixam perfeitamente em algumas das palavras  citadas na segunda sequência por que?
Se analisarmos que vivemos num mundo ondeTER e TER se tornou a coisa mais importante não há surpresa alguma na desilusão e desesperança que vem se apossando de tantas pessoas.
Por isso o meu breve alerta de hoje é para que procuremos fazer com que nossos filhos entendam o real valor de SER porque se não entenderem isso se tornarão os mais miseráveis dos seres humanos que habitam a terra.
Que Deus nos abençoe e nos dê sabedoria para continuarmos gerando VIDA em nossas famílias e não morte!
lembrem-se que a nossa missão é gerar vencedores!!!!

Celê e Jorge                                  

Salmo 34. v. 9

"Temei ao Senhor, vós os seus santos pois não tem falta alguma aqueles que o temem".

FALE CONOSCO!




ADORAÇÃO

Loading...

SEJA UM SEGUIDOR DO BLOG!